Home Keytrans
 

FAQs

Perguntas mais freqüentes sobre Exportação

1. Como é que se vende para o mercado externo?
2. Como se compõe a formação do preço (mark-up) de exportação?
3. Como divulgar minha empresa e meus produtos no mercado internacional?
4. A exportação é algo complicado?
5. Quais são os riscos que envolvem a exportação?
6. Como posso saber se os produtos de minha empresa terão aceitação no mercado internacional?
7. Minha empresa tem estrutura para começar a exportar?

Perguntas mais freqüentes sobre Importação


1. Como é que minha empresa pode importar algum produto?

2. Quais são as vantagens da importação de um produto?
3. Quais as desvantagens da importação de um produto?
4. Como identificar e atestar a seriedade de um fornecedor internacional?
5. A importação pode ajudar no desenvolvimento da empresa e na melhoria dos produtos?
6. É necessário que minha empresa monte um departamento internacional para estas atividades?

Respostas sobre Exportação

1. Como é que se vende para o mercado externo?

A venda para o mercado externo acontece a partir de um conjunto de ações comerciais, através da divulgação dos produtos de uma empresa fora de seu país de origem.

2. Como se compõe a formação do preço (mark-up) de exportação?
O preço dos produtos destinado ao mercado internacional apresenta algumas características diferentes do mercado nacional. As mercadorias de exportação se beneficiam de algumas isenções fiscais, porém, nesta composição de preço deve-se considerar os custos de exportação, que dependerá do tipo de negociação e do limite de responsabilidade do exportador para a entrega da mercadoria.

3. Como divulgar minha empresa e meus produtos no mercado internacional?
A divulgação da empresa e de seus produtos acontece durante o trabalho de prospecção comercial internacional. Existem inúmeras ferramentas que ajudam alcançar este objetivo, porém uma das mais eficientes e econômicas é a produção de um catálogo de produtos com padrão internacional, que quando for recebido pelo potencial comprador, despertará interesse da consulta. Outra alternativa é a participação em feiras internacionais de negócios do segmento específico, porém, requer maior investimento e planejamento.

4. A exportação é algo complicado?
Assim como uma venda para o mercado nacional, na exportação deve-se respeitar alguns critérios para que a operação seja concluída com sucesso para ambas as partes. De fato é um pouco mais complexo, pois envolve outras particularidades, mas se torna sistemática quando se conhece todos os procedimentos da operação.

5. Quais são os riscos que envolvem a exportação?
A exportação, assim como uma venda para o mercado nacional, apresenta riscos da própria atividade comercial. No entanto, existem alguns procedimentos e práticas que podem minimizar situações imprevistas, assegurando que a operação seja concluída atendendo seus objetivos. Podemos citar como riscos a moratória do país comprador, atrasos na liberação da mercadoria, cumprimento do prazo de entrega, etc.

6. Como posso saber se os produtos de minha empresa terão aceitação no mercado internacional?
A melhor referência de aceitação de um produto no país de origem ou no exterior é a sua exposição no mercado. Inevitavelmente quem determina se o produto terá sucesso é o consumidor final, porém, anterior a esta fase, é necessário que os compradores se convençam que estes produtos tem qualidade igual ou superior dos concorrentes daquele mercado, sempre orientado pelo preço competitivo.

7. Minha empresa tem estrutura para começar a exportar?
Esta resposta conduz a algumas perguntas, como:
a) minha empresa já cresceu o suficiente no mercado nacional?
b) minha empresa quer fornecer no mercado nacional e parte do mercado internacional?


Respostas sobre Importação

1. Como é que minha empresa pode importar algum produto?
Após verificar que o produto que a empresa está buscando não é produzido no país nas condições técnicas, de qualidade e de preço, então a empresa começa a procurar fornecedores do mercado internacional. A importação se caracteriza uma compra internacional, por isso, envolve alguns outros procedimentos. Da parte legal, é necessário fazer o cadastro no Banco do Brasil e na Receita Federal, uma vez que são instituições governamentais que estarão envolvidas em determinados momentos durante a operação. Outro aspecto legal é a seleção de uma empresa de desembaraço aduaneiro, onde esta representará todos os assuntos da empresa, através de procuração, perante os órgãos legais.

2. Quais são as vantagens da importação de um produto?

A importação de um produto pode atender a propósitos diversos para cada uma das empresas. Para algumas, a qualidade do produto produzido no exterior pode ser o grande diferencial, o que agrega valor em sua imagem corporativa perante seu mercado. Outras, porém, acreditam que artigos importados podem melhorar o mix de produtos de suas linhas, aumentando suas vendas e destacando-se diante de sua concorrência. Ainda, algumas empresas utilizam matérias-prima ou peças em suas linhas de produção, o qual podem se beneficiar de impostos quando estas forem importadas para atender pedidos de exportação. Contudo, o mais importante é que a empresa tenha clareza daquilo que uma compra internacional vai agregar valor em seus negócios.

3. Quais as desvantagens da importação de um produto?

Como qualquer transação comercial, apresenta alguns riscos da própria operação. Podemos citar, em algumas situações, que a mercadoria pode não atender as especificações da compra. Também, por se tratar de operação internacional, está sujeita aos acontecimentos do mercado internacional que podem influenciar no câmbio, uma vez que o pagamento será feito em moeda estrangeira. Ainda, o atraso da mercadoria, riscos de avaria durante o trânsito da mercadoria e outras situações não previstas ou fora de controle (greves, restrições governamentais, alíquotas de importação) podem dificultar estas operações. Porém, todas as empresas que compram produtos no mercado internacional ou aquelas que só trabalham com produtos importados mantém um planejamento que minimize ou anule estes riscos.

4. Como identificar e atestar a seriedade de um fornecedor internacional?

As empresas que vendem no mercado internacional, por força da concorrência internacional, procuram manter um alto padrão de qualidade e procedimentos de trabalho bem definidos, mas ainda assim, existem empresas pouco comprometidas com as necessidades de seus clientes. Por isto, antes que a empresa decida comprar um produto de um novo fornecedor, existe algumas etapas precedentes a compra que ajudam nesta identificação.

5. A importação pode ajudar no desenvolvimento da empresa e na melhoria dos produtos?

Quando uma empresa se depara com um concorrente, seja este do mercado local ou internacional, procura identificar quais as vantagens dos produtos deste concorrente, para então, determinar uma estratégia que o destaque perante seus clientes, minimizando as ações do concorrente. Em geral, pode ser a redução dos preços, a melhoria da qualidade dos produtos ou até mesmo o lançamento de novos produtos, o que pode exigir investimentos na linha de produção. Diante deste cenário, as empresas podem se beneficiar das importações através da compra de máquinas no exterior, onde em alguns casos, podem utilizar melhores linhas de crédito, estudos de reduções tarifárias e regimes especiais (ICMS).

6.
É necessário que minha empresa monte um departamento internacional para estas atividades?
A Trader One possibilita que as empresas reduzam seus investimentos na área internacional, terceirizando estes serviços. Desta forma, se concentrando em seus negócios e na constante melhoria de seus produtos.

   



Trader One | Missão | Serviços | FAQs | Notícias | Parceiros | Show Room | Cadastro
Visita Comercial | Universitários | Passaporte | Sugestões | Contato | Login

TRADER ONE - Business & Operations Management © 2004
Trader One Keytrans Logística Símbolo Marcas e Patentes